12 Melhores Frases de O Peregrino, de John Bunyan

Clássico o peregrino

Com uma mensagem de redenção, perdão e busca pela vida eterna, O Peregrino é um dos livros mais lindos que já li na vida, sendo aquele tipo de leitura que fica marcada para sempre no coração.

Por isso, fiz uma lista com as melhores frases de O Peregrino para que você também possa conhecer um pouco dessa história!

Resumo O Peregrino

Escrito por John Bunyan e publicado pela primeira vez em 1678, O Peregrino se tornou um dos maiores livros clássicos da literatura cristã. Em forma de alegoria, a história conta a jornada de um homem chamado Cristão.

Cristão é um homem carregando um fardo pesado (simbolizando o peso do pecado), que embarca em uma jornada em direção à Cidade Celestial (representando a vida eterna com Deus).

Durante essa jornada, Cristão enfrenta vários desafios e tentações, verdadeiros obstáculos que o podem fazer parar e desistir de seguir em frente. Mas também ao longo da história, Cristão faz amizade com outros personagens, como Esperança e Fiel, e também se depara com personagens como Hipocrisia e Desespero.

A narrativa é rica em simbolismo, refletindo os princípios teológicos puritanos e é notório a visão bíblica apurada do autor, que utiliza o tempo todo de versículos bíblicos para embasar os acontecimentos da história.

Ao longo de toda a leitura, que é bem fluída e simples, mas muito profunda em significados, nós podemos nos ver naquele personagem, nos desafios que ele enfrenta, em suas emoções mais profundas, medos e angústias.

Melhores Frases de O Peregrino

Quando o pecador é despertado para o seu estado de perdição, emergem em sua alma inúmeros medos, dúvidas e preocupações desanimadoras.

O Peregrino, de John Bunyan

Quando os Cristãos dão ouvidos a homens carnais, desviam-se do caminho que devem seguir e pagam um preço elevado por isso.

O Peregrino, de John Bunyan

Toda doutrina que procura te convencer de que será tua morte tudo aquilo que a Verdade disse ser essencial para obteres a vida eterna é abominável.

O Peregrino, de John Bunyan

Tu não podes ser justificado pelas obras da lei, pois por meio delas nenhum homem recebera alívio de sua carga.

O Peregrino, de John Bunyan

Ao desprezar e rejeitar as coisas presentes por amor do serviço ao Mestre, conquista-se a segurança de que no mundo vindouro ter-se-á glória como recompensa.

O Peregrino, de John Bunyan

A lei, em vez de limpar o coração do pecado, o faz reviver cada vez mais, fortalecendo-o e aumento-o na alma.

O Peregrino, de John Bunyan

A escolha mais sábia não é cobiçar as coisas do presente, mas aguardar as vindouras.

O Peregrino, de John Bunyan

Caminhei lonjuras carregando meu pecado,
Nada me fazia ter o peso aliviado.
Mas aqui, enfim, cheguei, que suprema surpresa!
Será este o fim de todo o sofrimento e tristeza?
Estarei eternamente liberto desse fardo?
O laço que a ele me prendia foi desatado?
Bendita seja a cruz, bendito seja o sepulcro
E o Homem que o tomou por mim. Oh, que imenso lucro!

O Peregrino, de John Bunyan

Voltar nada mais é senão entregar-me à morte; seguir adiante me fará temê-la, mas terei ainda a esperança da vida eterna que a sucederá.

O Peregrino, de John Bunyan

Os conselhos de Deus são infinitamente superiores, ainda que todos os homens da terra sejam contrários a ele.

O Peregrino, de John Bunyan

Nos desviamos do caminho e caímos na armadilha
A um terreno proibido nos levou a bela trilha;
Sede cuidadosos, viajantes que vindes atrás,
Vigiai o bom caminho e mantenham a vossa paz.
Não pisai em solo inimigo ou far-se-ão prisioneiro
O castelo chama-se Dúvida, e seu dono é Desespero.

O Peregrino, de John Bunyan

As aflições e os perigos pelos quais passas agora nessas águas não são sinal de que Deus te abandonara; estás aí para ser provado, para que à tua mente venha a bondade com que lhe tratara o Mestre, e vivas seguro n’Ele em meio ao perigo.

O Peregrino, de John Bunyan

Dicas para ler O Peregrino e compreender o livro

O Peregrino não é um livro difícil de ler. Muito pelo contrário, ele possui uma linguagem bastante acessível e simples, especialmente se você escolher uma boa edição. Como é um livro muito antigo e que já está em domínio público, existem muitas edições diferentes por aí, com boas e péssimas traduções.

Eu optei por ler pela edição da editora Principis e gostei bastante, tanto da forma como o livro foi dividido (tendo em vista que o livro original não possui capítulos!), quanto pela tradução, pois senti a leitura fluir facilmente.

No entanto, existem outras excelentes edições, em capa dura e ilustradas, como as que separei abaixo:

Para ler e compreender melhor O Peregrino, eu também recomendo que você utilize como livro de apoio a obra Caminhando com o Peregrino, do Charles Spurgeon, conhecido como “O príncipe dos pregadores”, Spurgeon foi um importante pregador batista reformado do século XIX.

Neste livro, Spurgeon traz valiosas reflexões com base em trechos, personagens e acontecimentos de O Peregrino, fazendo importantes paralelos da obra com a nossa vida cristã. É, sem dúvidas, um livro que ajuda a enriquecer nossa visão e torna a leitura ainda mais clara.

Além de optar por uma boa edição e ler O Peregrino acompanhado de Caminhando com o Peregrino, uma terceira dica que dou para sua leitura é sempre buscar acompanhar o livro com a Bíblia ao lado, levando em consideração que o autor faz menções bíblicas a todo momento na obra.

Inclusive, este é um dos motivos que O Peregrino pode ser um livro muito enriquecedor para nossa fé, tendo em vista que ele nos faz voltar à Bíblia a todo momento, sendo uma experiência maravilhosa para todo tipo de cristão – seja um recém-convertido, ou alguém que já conhece e caminha com Cristo há décadas.

Sem dúvidas, essa é uma das melhores leituras da minha vida e aquele tipo de livro que quero sempre reler. Me conta nos comentários se você já leu O Peregrino? E, se sim, o que achou do livro?

You Might Also Like

Leave a Reply