#GIRLBOSS, de Sophia Amoruso | Resenha


Quando foi lançada em 2017 pela Netflix, a série #GIRLBOSS, inspirada no livro autobiográfico da Sophia Amoruso, tudo que todo mundo falava era sobre essa mulher. Eu queria muito ler o livro, mas acabei vendo a série e desanimando por não ter gostado da Sophia que foi retratada ali. Porém, algumas pessoas falaram que o livro era diferente eu resolvi dar a chance a essa leitura.



Título: #GIRLBOSS
Autor: Sophia Amoruso
Editora: Seoman
Páginas: 248
Ano: 2015
Nota5/5
SKOOB | AMAZON




Até o começo da sua vida adulta, a última palavra que usariam para definir Sophia seria bem sucedida. Ela não se dava bem na escola, passou grande parte do fim de sua adolescência  roubando coisas e vivendo em lugares diferentes aos quais chegava com caronas. Com todo esse comportamento, era óbvio que ela não conseguia parar também em um único emprego por mais de algumas semanas.

Quando teve um problema de saúde que exigia dela a necessidade de manter um seguro, ela precisou manter um trabalho fixo. Mas foi mais ou menos nessa mesma época em que Sophia teve uma ideia que viria a ser seu pote de outro do fim do arco-íris: ela começou a vender roupas de brechó no eBay, por um preço bem mais alto do que pagava.

Oito anos após esse primeiro passo, sua empresa estava custando 100 milhões de dólares e contava com um time de 350 funcionários. Foi então que Sophia Amoruso escreveu esse livro, contando sua trajetória de #GIRLBOSS.

Imagem da série Girlboss, na Netflix.

A série da Netflix é muito focada na vida pessoal dela, compartilhando espaço sobre seus dramas familiares, suas amizades e até mesmo um relacionamento amoroso. Porém, no livro nada disso tem muito espaço - embora a questão familiar seja citada por algumas páginas, mas muito pouco. Acho que esse foi um ponto importante para eu gostar do livro: ele não foca tanto na personalidade da Sophia.

Amoruso fez muita coisa errada antes de conseguir montar a sua loja virtual no eBay, mas eu não notei que ela fez disso um discurso de incentivo. Mas sim, falou como algo que de fato aconteceu e que ela fez. O livro também não é focado nisso!

O livro conta muito da trajetória da Sophia e como ela sempre foi taxada como um fracasso e, antes, ela não entendia que existiam habilidades e qualidades de sucesso que estão fora do padrão que as pessoas assumem, como, por exemplo, a criatividade. Além disso ela traz uma visão muito interessante sobre empreendedorismo e dicas de vida que são muito práticas.

Você não pode ter tudo, e nada vem fácil. Você vai fazer sacrifícios e abrir mão de certas coisas, vai se decepcionar e decepcionar outras pessoas, falhar e começar de novo, fazer algumas sofrerem e esbravejar com outras, e aprender a retomar e continuar quando alguém fizer você sofrer. Mas difícil não significa impossível, e das trocentas coisas do universo que você não pode controlar, o que você pode controlar é com que insistência vai tentar e se, ou quando, vai encerrar a questão.

Uma das lições mais interessantes que eu tirei do livro foi sobre o fato de, muitas vezes, estarmos frustradas por não termos conseguido algo, mas na verdade nunca paramos para pedir por aquilo abertamente. O poder de você expressar (e saber!) o que quer.

Sophia fala também sobre as coisas que ela aprendeu empreendendo, levando em conta de que ela nunca teve uma educação formal nisso, tratando sobre os valores no qual ela construiu sua empresa, como ela escolhe seus funcionários e etc. Eu achei essa parte muito interesse especialmente para quem tem uma empresa ou deseja ter uma ou também trabalha por conta própria.



A linguagem do livro é bem simples e, no final das alguns capítulos, Sophia abriu espaço para mulheres empreendedoras bem sucedidas compartilharem também suas histórias e seus aprendizados nesse processo contínuo de se tornar uma girlboss.

É um livro muito interessante para você que gosta do assunto, gosta de conhecer mulheres que se superaram e inovaram de alguma forma. Se você assistiu à série e ficou com medo de ler: o livro é bem melhor que a série em muitos aspectos; Se você assistiu à série e amou: você também vai gostar desse livro!

Com certeza foi uma das melhores leituras do ano passado e um livro que sempre recorro quando quero ter alguns insights. Você já leu #Girlboss? Ou já viu a série? Comenta aqui embaixo!

Compre e leia #GirlBoss:

5 Comentários

  1. nossa, já quero ler!!
    deve ser um livro muito bom!

    xoxo
    Guria do Século Passado

    ResponderExcluir
  2. Fiquei curiosa em ler essa obra.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Aléxia
    Lembro quando esse livro foi lançado e o sucesso que ele fez, mas eu não tive interessem em ler e ainda não tenho. Não sou muito fã de livros de histórias reais.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti a série e ficava tipo 'como ela faz esse tipo de coisa?'. ainda não li o livro e agora fiquei com vontade de mudar a impressão que a série me passou
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Aléxia

    Eu conheci o livro na época da série, mas como não curto não-ficção acabei não me interessando. Achei bacana o fato dela abordar o peso da habilidade do ser humano. Muita gente é frustrada por não entender exatamente isso. Não duvido que seja mesmo uma leitura bem interessante.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir